Mundo

Quando Trump resolveu mandar 105 mísseis para atacar a Síria ele fez um ataque à humanidade


No dia 14 de abril, Donald Trump, junto com a Grã-Bretanha e a França, resolveu lançar 105 mísseis sob a Síria. Todo ser humano decente, de boa fé, reagiu indignado ao lançamento desses mísseis.
Mas a questão é muito mais grave e muito maior do que “apenas” a questão humanitária, ou a questão do ato de covardia. Na verdade está em curso todo um processo de preparação de uma guerra com o Irã.
Isso é facilmente verificável quando se pensa que Israel, nas duas ou três últimas semanas, fez pequenos ataques à instalações na Síria e fez ainda declarações de que precisa erradicar o Hezbollah do mapa; Hezbollah que é uma organização que atua no Líbano e é pró governo iraniano; e também quando se percebe que dentro dos EUA o Rex Tillerson, ex-Secretário de Estado, foi demitido pelo Trump por ser contra a ruptura do acordo nuclear com o Irã.
Então tem claramente definido uma situação em que está sendo preparado um ataque de grande envergadura. Se isso acontecer, será uma catástrofe para a humanidade como um todo. Porque não tem como envolver o Irã numa guerra regional sem envolver todas as potências.
A Rússia vai estar diretamente envolvida porque ela mantém uma base militar naval na Síria, em Tartus, que é a única base militar dela no mediterrâneo, e a Rússia não pode simplesmente abrir mão desta base.
A China depende em grande parte do petróleo do Irã, então ela não pode ficar quieta naquilo que pode ser uma operação de estrangulamento por parte dos EUA do petróleo que vai para a China.
A Turquia já está numa situação de tensão com os EUA e já está em pé de guerra principalmente pela questão curda.
A Arábia Saudita é obviamente a principal rival árabe do Irã naquela região e estará envolvida diretamente na guerra.
Portanto só isso basta para desenhar um cenário, em que, caso aconteça essa aventura que está sendo arquitetada pelo imperialismo junto com Israel, nós vamos pagar um preço elevado. Ou seja, quando o Trump resolveu mandar os 105 mísseis para atacar a Síria ele não fez um ataque apenas à Síria, ele fez um ataque à toda humanidade.
É essa que deveria ter sido a tônica da grande mídia, mas como nós sabemos que a grande mídia mente, deturpa os fatos, não vai fundo nas questões que tem que ir, isso nos gera a impressão de “apenas” ser uma crise humanitária.
É muito pior do que isso. É uma crise da própria humanidade.

Dilma: para livrar a própria pele, Palocci mente de novo à Polícia


 
https://www.nocaute.blog.br/2018/04/25/fernando-morais-entrevista/

Notícias relacionadas

A sua opinião é importante, comente!