América Latina

Alberto Fernández e Cristina Kirchner divulgam manifesto pedindo liberdade para Lula

Centenas de políticos, professores, jornalistas e artistas argentinos, liderados pelo candidato à presidente, Alberto Fernández, e sua vice na chapa, Cristina Kirchner, divulgaram nesta terça-feira um abaixo assinado pedindo a liberdade do ex-presidente Lula.

O documento foi publicado na edição de hoje do jornal Página 12, que traz também um artigo assinado por Celso Amorim, ex-ministro de Reações Exteriores e colaborador do Nocaute, Celso Amorim, que lembra duas coisas. Neste 20 de agosto, completou 500 dias que Lula está preso na sede da Polícia Federal, em Curitiba, e que nas próximas semanas, será analisada a indicação de Lula para o Prêmio Nobel da Paz.

Notícias relacionadas