Brasil

Lula: “Vocês já viram um preso tão feliz assim?”

Foi com essas palavras que o ex-presidente Lula recebeu, na semana passada, o sociólogo Emir Sader e o ex-presidente argentino Eduardo Duhalde.

A visita dos dois -Sader e Duhalde – ao ex-presidente Lula, na quinta-feira passada (18), foi contada hoje pelo sociólogo brasileiro, num longo artigo publicado pelo jornal argentino Página 12.

Lula disse que estava feliz assim porque “todos estes canalhas estão sendo desmascarados”. Sader relata que encontrou Lula com a mesma fisionomia, o mesmo sorriso e a mesma vontade de conversar.

O ex-presidente mostrou o lugar onde está preso há 472 dias, sua cama, uma televisão de tela grande que exibe apenas a televisão aberta, uma mesinha com uma garrafa de café e biscoitinhos. Lula ofereceu biscoitinhos e fez questão de preparar um cafezinho pros dois. Mostrou também o espaço onde toma sol, quando o sol aparece nesse inverno curitibano. Fez questão de mostrar ainda a esteira onde corre nove quilômetros todos os dias, religiosamente.

O ex-presidente conversou sobre vários assuntos nacionais e sua vontade de resgatar a soberania nacional e os direitos do povo brasileiro. Sobre as eleições presidenciais de outubro na Argentina, ele disse: “A vitória de Alberto e Cristina será o meu presente de aniversário”.

No artigo assinado por Sader, o sociólogo conta que depois da conversa com Lula, Eduardo Duhalde teve vontade de segurar as mãos do ex-presidente e levá-lo para fora. A vontade grande era de tirar Lula daquele lugar.

Notícias relacionadas

A sua opinião é importante, comente!