Brasil

Tucanos vão à casa de Haddad para discutir apoio

Integrantes do PSDB entregaram a Haddad uma carta “de apreço e apoio” onde é proposta uma mediação para conter a escalada da violência. A informação foi revelada em coletiva de imprensa, realizada logo após o seu encontro com as centrais sindicais.

 

O presidente Fernando Henrique Cardoso acabou de dizer que está esperando que o senhor proponha, ou queira propor alguma coisa para ele. O senhor vai procurá-lo em qual momento? Depois que o Ciro anunciar o apoio para essa frente democrática?

Olha, nós estamos, paulatinamente, recebendo apoios. Hoje mesmo eu tive a felicidade de receber – na minha residência, em horário de almoço – integrantes do PSDB …

Quem?

Não estou autorizado a divulgar mas já entregaram uma carta de apoio importante e querendo propor uma mediação para conter a escalada da violência no nosso país. Parte significativa do PSDB está preocupada com o que está acontecendo no país. Nós ficamos de nos comunicarmos amanhã, porque eu estava com o tempo muito curto, vamos entrar em contato amanhã e vamos prosseguir no sentido de estabelecer protocolos de civilidade em proveito do futuro do Brasil.

O FHC está nesse plano? De procura, de diálogo?

Veja bem, nós estamos conversando com todas as forças que queriam conter a barbárie que está em escalada no país. Nós temos que botar um fim nessa violência, está demais o que está acontecendo.

No caso do PSDB eles pediram para ceder em algum ponto do programa de governo?

Foi uma carta de apreço e apoio de alguns integrantes, não é do partido. Mas eu não posso anunciar ainda quem porque fiquei de conversar amanhã para fazer uma coisa formal e pública nos próximos dias. O que deve acontecer…

Notícias relacionadas

A sua opinião é importante, comente!