Brasil

Nós somos a resistência

Eu quero estar com cada um de vocês que acreditam na humanidade e na nossa capacidade de superar os maiores obstáculos. Nós não desistimos, nós somos a resistência.

Como é difícil a gente acreditar que o fascista mora ao lado, ou que dormimos com um. Não se preocupe, você é uma pessoa normal. Para todos nós demora até cair à ficha.

Como eu disse em outro vídeo, eu me pego escutando antigos amigos tentando justificar o impossível. Gente que acha que votar em um esquerdista vai tornar o Brasil uma Venezuela. Eles acham que durante a ditadura nada de ruim aconteceu para a família deles e a maioria dos brasileiros, que não havia corrupção. Eles pensam que se o PT assumir o governo, as crianças vão aprender na escola a se tornarem gays. Nos seus sonhos a bandeira nacional vai ser vermelha e o regime o comunismo. Gente, eu tenho uma má notícia para vocês. Se fosse isso, eu até podia argumentar com fatos que desmentem estas fakenews. O furo é mais embaixo.
Preciso contar para vocês que até os nazistas, que na nossa imaginação representam todo o mal conhecido, tinham famílias, tinham filhos. Eles rezavam nas igrejas, eles torciam para um time de futebol e quando retornavam do trabalho beijavam suas esposas e brincavam com seus filhos. Acho que todos nós temos pessoas assim no nosso círculo de amizades.

No entanto, pessoas assim podem ter o seu lado sombrio e é este lado que está vindo à tona neste momento e nos faz duvidar de que seja possível. Mas é, e estas pessoas são aparentemente normais. Lamento informar.

Toda esta ladainha de que eles falam, ela é apenas a ponta do Iceberg, aquele pedacinho de gelo que esconde a montanha gelada abaixo da linha d’água. O pior está escondido ali.

Estas pessoas acreditam que este fascista tem razão em dizer que sonegava impostos porque eles também sonegam, com a justificativa de que se os políticos roubam, porque dar dinheiro para eles?

Estas pessoas acreditam que este fascista tem direito a receber auxilio-moradia da câmara, mesmo tendo uma residência própria em Brasília e que isto não configura nenhuma contradição moral, porque eles acham que isso é ser esperto.

Estas pessoas acham que não importa o fato dele estar na política há 30 anos sem nunca ter feito um único projeto em benefício de seus eleitores, tampouco que tenha levado todos os seus filhos para o mesmo caminho, porque no fundo gostariam de ser como ele, ganharem dinheiro sem precisar trabalhar muito.
Estas pessoas acreditam que este fascista tem direito de se apropriar de bens e valores de sua ex- esposa e que isso não é crime nenhum, porque para eles não é justo que a mulher fique com a metade de tudo, muito menos com os presentes que recebeu em caso de separação.

Estas pessoas acreditam que este fascista pode falar mal dos negros, dos LGBTs, dos índios e outras minorias, porque na verdade são tão preconceituosos como ele e agora estão à vontade para colocarem isto para fora.

Estas pessoas acreditam que as mulheres devem receber menos e ter menos dias de licença maternidade, porque acham que não é justo pagar para alguém que está em casa.

Estas pessoas acreditam que o estado deve ser cristão, porque são cristãs ou porque assim teremos um país mais “família”.

E o mais terrível de tudo, o que eu sei que é o mais doloroso de dizer, estas pessoas acreditam que não há nada de mal em se torturar alguém, em se colocar os filhos para assistirem suas mães serem barbaramente espancadas e violentadas, porque eles têm prazer com isso, eles são os maiores assinantes de canais de lutas de vale tudo para verem sangue.

Esta gente não vai ser convencida de não votar no fascista. Só podemos convencer aqueles que estão indo na onda do já ganhou, aqueles que não compreendem o que de fato está em jogo. Aqueles que só enxergam a ponta do Iceberg. São eles que precisam mudar o voto.

Temos de dizer a eles que:

Nenhuma pessoa laica pode achar que votar em um fascista que despreza os direitos humanos vai fazer do país um lugar mais seguro de se viver.
Nenhum judeu que perdeu familiares no Holocausto pode achar que votar em um fascista que prega a morte de oponentes estará respeitando a memória de seus entes queridos.

Nenhum muçulmano que segue as palavras do profeta pode achar que votar em um fascista que desdenha o Islã estará ajudando na compreensão da sua fé.
Nenhum cristão que acredita em Jesus Cristo pode achar que votar em um fascista que prega tudo o que Cristo combateu e pelo qual foi torturado e morto estará próximo da salvação.

O fascismo não é laico, nem Judaico, não é Muçulmano e muito menos Cristão. O fascismo é o oposto de todas as crenças, ele é a personificação dos piores pesadelos da raça humana. Não podemos minimizar o mal.

Todos nós nascemos iguais e morremos da mesma maneira. A forma como passamos por esta vida é o que nos define perante a história. Podemos ser meros espectadores, coajudantes ou podemos ser aqueles que fazem história.

Eu, escolhi estar ao lado dos que desejam fazer história, dos que desejam um mundo melhor para todos. Um mundo de justiça social, de oportunidades iguais para todos e de respeito aos direitos humanos. Só a educação pode transformar o mundo.

Eu quero estar com cada um de vocês que acreditam na humanidade e na nossa capacidade de superar os maiores obstáculos. Nós não desistimos, nós somos a resistência.

Por isso, minhas amigas e meus amigos eu estou com vocês para impedirmos que o fascista ganhe esta eleição. Haddad é o nosso candidato a partir de agora.
Não a barbárie! Nós somos a esperança!

Sim a vida! Sim ao amor! Nós venceremos!

Notícias relacionadas

A sua opinião é importante, comente!