Brasil

CNBB prega voto em candidato que defenda a democracia

O secretário-geral da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e bispo auxiliar de Brasília, Leonardo Steiner, pediu que os católicos votem sem “ódio” e prezando pela “democracia” do país. As declarações foram dadas em entrevista ao portal UOL nessa segunda-feira (8).

“Não podemos votar com o coração cheio de ódio, nem pensando que vamos mudar o Brasil de uma hora pra outra: não existem salvadores da pátria, mas uma democracia que precisa ser permanentemente construída”, disse Steiner.

O bispo fez a ressalva de que padres são proibidos por lei de se manifestarem sobre candidaturas políticas e não se posicionou sobre os presidenciáveis Jair Bolsonaro e Fernando Haddad: “Os padres não podem, pela legislação, defender um ou outro candidato, mas podem falar sobre a importância da preservação da democracia (…) O que pedimos é que o eleitor católico observe se os candidatos pregam mais ou menos democracia. Se buscam a convivência fraterna com base na educação, no respeito e na justiça social, ou não”.

Steiner também criticou a divulgação de fake news e disse esperar no segundo turno “menos notícias falsas, e mais notícias verdadeiras”, por meio de “um debate mais amadurecido”.

Notícias relacionadas

  1. Sergio Domingos Vieira says:

    Desculpe, esse bispo está fora da realidade. Aqui em Assis (SP), os padres estão se posicionando a favor de Bolsonaro em suas páginas do facebook e espalhando mentiras. Ele deveria verificar o que acontece no Brasil.

A sua opinião é importante, comente!