Brasil

Seis líderes europeus apoiam Lula e pedem sua participação nas eleições

Seis ex-chefes de Estado e de Governo da Europa pediram nesta terça-feira (15) que o ex-presidente Lula, preso desde 7 de de abril, possa ser candidato à Presidência nas próximas eleições, de acordo com a agência de notícias EFE. Entre eles, estão o espanhol José Luis Zapatero e o francês François Hollande.
No texto, Zapatero, Hollande, os italianos Massimo D’Alema, Romano Prodi e Enrico Letta, e o belga Elio di Rupo afirmaram que “a luta legítima e necessária contra a corrupção não pode justificar uma operação que questiona os princípios da democracia e o direito dos povos a escolher seus governantes”.
“A prisão precipitada do presidente Lula, incansável artífice da diminuição das desigualdades no Brasil e defensor dos pobres, só pode suscitar nossa comoção”, destacaram.
Os líderes também foram unânimes em demonstrar “uma séria preocupação”, em relação ao impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, “democraticamente escolhida pelo seu povo e cuja integridade jamais foi posta em interdição”.
Diante desse quadro, apelaram “solenemente para que o presidente Lula possa concorrer livremente perante o sufrágio do povo brasileiro”. O manifesto recebeu o título de “Chamada de Líderes Europeus em apoio a Lula”.
Leia a íntegra:
A prisão apressada do presidente Lula, incansável arquiteto da redução das desigualdades no Brasil, defensor dos pobres de seu país, só pode despertar nossa emoção.
O impeachment de Dilma Rousseff, eleita democraticamente por seu povo e cuja integridade nunca foi questionada, já era uma preocupação séria. A luta legítima e necessária contra a corrupção não pode justificar uma operação que questiona os princípios da democracia e o direito dos povos de eleger os seus governantes.
Nós solenemente solicitamos que o presidente Lula possa se submeter livremente ao sufrágio do povo brasileiro.
François HOLLANDE, ex-presidente da República francesa
Massimo D’ALEMA, ex-presidente do Conselho de ministros da República italiana
Elio DI RUPO, ex-primeiro-ministro da Bélgica
Enrico LETTA, ex-presidente do Conselho de ministros da República italiana
Romano PRODI, ex-presidente do Conselho de ministros da República italiana
José Luis RODRIGUEZ ZAPATERO, ex-presidente do Governo da Espanha
Assista também:

Os documentos da CIA deixam claro: é hora de abrir os arquivos da Ditadura

Lula lidera corrida eleitoral com 32,4% das intenções de voto, diz CNT/MDA


Notícias relacionadas

  1. Avatar

    Estranho. Assinei a petição e deixei o meu comentário.
    Após alguns minutos voltei no abaixo assinado e não vi mais o meu comentário.
    SERÁ QUE FOI HACK?
    Lula mesmo preso lidera como um grande líder político do povo honesto e sem manipulação das mídias golpistas.
    “A DEMOCRACIA É NOVA E NÃO PODE MORRER” Vamos salvá-la já. LULA LIVRE.

A sua opinião é importante, comente!