Brasil

Caixa-Preta discute a cobertura da imprensa sobre prisão de Lula

Assista à transmissão ao vivo do programa Caixa-Preta, com Fernando Morais e Ana Roxo, pelo Youtube e Facebook. Participe e deixe suas perguntas na área de comentários. Tema de hoje é a votação do STF que manteve o ex-presidente preso.

Notícias relacionadas

  1. Vocês fizeram o comentário do colapso da Argentina de Macri, que obviamente o status quou exaltava no Brasil. Só quero comentar um pouco como foram as eleçoes lá, se bem Macri “ganhou” como o voto popular por uma diferença de 2%, ele nunca teria chegado a esse lugar sem o jogo sujo da oligarquia argentina (representada em grande parte pelos ruralistas) e El Clarín. A persecuçao judicial e mediática para Cristina Fernández foi ainda mais pessada que o que tem sido no Brasil com Lula e Dilma, lá desde antes da investidura de Cristina como presidenta já a atacavam brutalmente na mídia e os facistas faziam marchas com os seus trabalhadores obrigados, já que do contrário eram desvinculados de suas empresas; mas a Cristina –talvez a mulher com mais ovarios do mundo político latinoamericano– e junto com Nestor conseguiram continuar com o programa de governo, com investimento em ciência, repatriaçao de cérebros (más de 100 cientistas repatriados), com o crescimento dos centro de pesquiça de alto nível, com o lançamento de dois satélites e quase a culminaçao do terceiro; com a reativaçao dos estalheros navais, a recuperaçao dos submarinos que ficaram abandonados logo do fim do governo de Perón….. etc., etc., etc. Por certo, Nestor ao igual que dona Marisa, também morreu devido às preocupaçoes que a persecuçao medíatica e o boicot da direita lhe fazia ao governo de Cristina; por certo, Cristina também teve um Temer…. seu sobrenome é Cobos, o qual conseguiram desvincá-lo a tempo da vicepresidência.
    Contrário ao que se dizia no Brasil a finais de 2014 (começo já do ano eleitoral) para aquela época Argentina estava solvente, continuava aumentando suas reserva e cumprindo com as suas obrigaçoes internacionais –a pesar do dolar paralelo que montaram para impedir que isso acontecece, como atualmente estao fazendo com a Venezueal– y para calar El Clarín no dezembro chamo aos acreedores para pagar com antecipaçao as obrigaçoes internacionais do 2015. Como essa estrategia e a do dolar blue nao lhes funcionaou entao obrigaram mediante ameaças ao fiscal Nisman –o qual foi contratado pela presidência dos Kirchner para esclarecer o atentado à Amia, a sede dos judeus em La Ciudad Autonóma de Buenos Aires que foi explodida durante os anos 90– que fizesse um informe incriminando a Cristina de corrupçao, o informe entregue tinha furos por todos os lados e nao iam conseguir mantê-lo como incriminatório (nesse momento a justiça ainda meio funcionava na Argentina) pelo que decidiram assassinar ao Nisman (o fiscal) e incriminar a Cristina de sua morte…. entao o ataque agora era que a Argentina estava num período de ditadura (eles lhe chamavam a ditadura K) e Cristina era uma assassina (patético). Por certo, Macri também consigueu seguidores prometendo desmontar o imposto ao lucro, que para essa época era imposto às pessoas que ganhavam mais de cinco salários mínimos. É bom lembrar que durante o kirchnerismo o salario mínimo real da Argentina era o mais alto de Latinoamérica e era suficiente para cubrir os gastos do mês já que além se ser o melhor da regiao os serviços públicos e o transporte era subsidiado pelo Estado e grande parte das famílias conseguiam sair todos os feriadoes de passeio. Logo da subida de Macri, começaram as importaçoes e fechar as empressas nacionais, pelo que nao só tirou o imposto ao lucro senao que deixou dessempregados a grande parte das pessoas que o votaram, existem videos da resistência ao Macri onde pessoas reconhecem té-lo votado e agora se arrepenter por estarem desempregados. A história é muito mais longa e isto é só uma tentativa de resumo do que aconteceu. Acho que o epidosio de “Conversando con Correa” de Cristina aporta alguns elementos a mais para entender um pouco mais como Macri chegou à casa rosada e Victor Hugo Morales é uma pessoa excelente para se informar do que acontece lá, além de Pedro Brieger (na sua página Nodal) que analiza a realidade latinoamericana duma maneira espectacular.

  2. DARCY GRACIANI says:

    TEXTO EXCELENTE E “CRISTINA COM MAIS OVÁRIOS….” KKK GOSTEI MUITO NUNCA TINHA OUVIDO FALAR. MUITO BOM TEXTO. EU VIVI E FUGI DA DITADURA. 1968.

A sua opinião é importante, comente!