Brasil

Greenpeace diz que Bolsonaro não tem postura condizente com o cargo de presidente da República

O presidente Jair Bolsonaro chegou ao seu encontro diário com simpatizantes e jornalistas, atirando: “Quem é o Greenpeace? O que é essa porcaria chamada Greenpeace? Só lixo”. Não é a primeira vez que o presidente da República critica uma das organizações ambientais mais respeitadas no mundo.

No dia 24 de outubro do ano passado, Bolsonaro afirmou, sem apontar nenhuma prova, que teria sido o Greepence o responsável pelo aparecimento de placas de petróleo no litoral brasileiro.

Em nota divulgada na tarde desta quinta-feira (13), a organização disse: “O Greenpeace Brasil lamenta que um Presidente da República apresente postura tão incondizente com o cargo que ocupa. A organização existe há quase meio século e está presente em 55 países.

No Brasil atua há 28 anos defendendo o meio ambiente e colaborando, inclusive, com autoridades na denúncia de crimes ambientais. Ao longo da história, nossa postura crítica a quem promove a destruição ambiental já causou muitas reações desequilibradas dos mais diferentes personagens. Estamos apenas diante de mais uma delas. Nestes casos, o incômodo de quem destrói o meio ambiente soa como elogio”

Notícias relacionadas

Um vírus no caminho