Brasil

NJN: Supremo europeu pede julgamento justo para Lula, será que o JN vai dar?

Confira nesta edição: Chico Malfitani desmonta a longa matéria do Jornal Nacional sobre a reforma da Previdência. O JN não informa que, para se obter a aposentadoria integral, é necessário ter 40 anos de carteira assinada e também esconde que a aposentadoria de militares, políticos e membros do judiciário foram poupadas das novas regras.

E mais: Quem assistiu o JN não ficou sabendo que juízes europeus assinaram uma carta ao Supremo Tribunal Federal afirmando que a Justiça brasileira não terá credibilidade com Lula preso em Curitiba. O texto diz ainda que a Lava Jato virou um partido político que ajudou Bolsonaro a ser eleito presidente da república. Confira.

Notícias relacionadas

Em um artigo para a revista Piauí, o advogado criminalista Tofic Simantob mostra como o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), depois de ter impedido a posse de Alexandre Ramagem para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal, virou alvo do Palácio da Alvorada. Veja a íntegra do texto de Simantob:
Foi parar na primeira página dos jornais a notícia que circulou na noite de segunda-feira: Bolsonaro faz teste, com suspeita de Covid-19.