Brasil

Os atos pró-Bolsonaro acentuaram ainda mais as divisões internas

Além de serem menores do que o esperado, portanto, não cumprindo o papel de encurralar forças que criticam o governo, os atos de domingo atiçaram as divisões internas. A mídia optou por esconder o caráter fascista das manifestações e tentou transformar em um ato pró reformas neoliberais. Mas era evidente que a pauta era o fechamento do Congresso, tanto que o Rodrigo Maia era um dos principais alvos dos manifestantes.

Notícias relacionadas

Qué pasa?
Fala Lula!