Brasil

Vigília Lula livre venceu: acaba de ser dado o “Boa Noite Presidente Lula”

Depois de ameaçar prender o juiz federal Edevaldo de Medeiros, que representa um grupo de juízes em visita ao ex-presidente Lula, PMs se retiram do acampamento Lula Livre. Estavam lá um major, um tenente e um destacamento com 60 soldados e seis camburões de transporte de presos. A Vigília Lula livre venceu a repressão. Acaba de ser dado o “Boa Noite, Presidente Lula” que a tropa da PM ameaçava proibir.

Um grupo formado por doze juízes federais, estaduais, do trabalho e desembargadores visitou Curitiba nesta quinta-feira (21) para manifestar apoio e solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso político há quase um ano, mostrando que a sentença do agora ex-juiz Sergio Moro está longe de ser uma unanimidade no meio jurídico.

Além dos acampados na vigília, 10 juizes federais se encontravam no acampamento Lula Livre. Os juizes e manifestantes pretendiam fazer o já habitual “Boa Noite, Presidente Lula”, foram ameaçados de prisão pelos PMs caso se manifestassem.

Os policiais asseguravam que havia uma ordem judicial proibindo o “Boa Noite, Presidente Lula”, porém um advogado na Vigília garantiu que havia ordem judicial alguma proibindo o “Boa Noite”.

Em seguida chegou um major da PM que dialogou com o advogado da Vigília e liberou a realização do “Boa Noite”.
Os policiais que estavam fortemente armados estavam sem mandado ou ordem de despejo. Após a chegado do major, os policiais recuaram e disseram que só estavam checando denúncia de perturbação da ordem.

Assista ao vídeo em que o tenente Nascimento, da Polícia Militar do Paraná ameaça o juiz Edevaldo de Medeiros, titular da 1ª Vara de Itapeva:

Assista ao vídeo em que um advogado afirma não haver ordem judicial impedindo o “Boa Noite, Presidente Lula”:

 

 

Notícias relacionadas